Itinerários Institucionais

Itinerários Provinciais

Educação Integral

Ensino integral – ampliado

Rede Marista de Solidariedade

Rede de Colégios do Grupo Marista

 

A Educação Integral tem sido um tema bastante discutido no Brasil e está na pauta da agenda Nacional tendo em vista ser uma das metas apresentadas no novo Plano Nacional de Educação. Discutir Educação Integral na perspectiva da formação Humana foi assumido institucionalmente como um elemento norteador dos processos formativos de educadores/as, das práticas pedagógicas do cotidiano, da ressignificação do espaçotempo da escola, em que a participação dos sujeitos envolvidos considera “a coexistência de inúmeros contextos nacionais e transita em espaçotempo de múltiplas diferenças e subjetividades, de diversidade de sujeitos, paisagens, estilos, linguagens e racionalidades (UMBRASIL, 2010)”.

Ao longo da trajetória do Grupo Marista discutir tal temática tem possibilitado a interação entre educandos – educadores na luta por um mesmo objetivo “elaborar uma proposta curricular que respeite a diversidade, encante e fomente a produção de conhecimento a partir da prática cotidiana dos sujeitos”, ampliando, assim seus olhares para um processo dialógico e participativo.

Desta forma a Rede Marista de Solidariedade e a Rede de Colégios da PMBCS, dentro de suas especificidades tem desenvolvido uma proposta de Educação Integral em Tempo Integral que se materializa por meio de uma diversidade de contextos, desenhos curriculares, jeito de fazer uma educação que considera o sujeito nas suas múltiplas dimensões alinhados a Missão Institucional na perspectiva da promoção e defesa dos direitos de crianças e adolescentes

A Rede Marista de Solidariedade, que integra os Estados de Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Distrito Federal em 2010 constituiu um Grupo de Trabalho de Educação Integral cuja intencionalidade era aprofundar os estudos, mapear as experiências inovadoras existentes no país e na América Latina, além de consolidar um posicionamento institucional acerca da temática enquanto formação integral do sujeito, considerando os vários desenhos vivenciados pelos Centros Educacionais do Grupo Marista sejam elas em tempo integral ou não, pois pensar Educação Extrapola a condição tempo.

No atual cenário a Rede Marista de Solidariedade desenvolve a proposta de Educação Integral em Tempo Integral em 9 Centros Educacionais de Educação Infantil e 4 Centros Educacionais que ofertam a educação básica no ensino fundamental. Dentre as propostas, o Centro Social Marista Ecológica, que atende 270 educandos no Ensino Fundamental II, tem concebido o Currículo como um processo em Movimento e Integrado na perspectiva do Direito e da participação, os sujeitos são provocados a pensarem a escola na coletividade. São 3 anos de construção curricular inovadora.

Neste processo, de ressignificação do espaçotempo da escola e de um currículo na perspectiva da integralidade de conceitos e práticas e com enfoque em direitos, o desafio do novo tem sido bastante prazeroso em que o reflexo está na participação das crianças e jovens, nos planejamentos da escola e no processo de ensino aprendizagem.

A Rede de Colégios, no que tange as experiências na Educação Integral começou experimentar em algumas de nossas unidades há aproximadamente 10 anos. Atualmente dos 17 colégios da rede 9 possuem o ensino integral. O formato oferecido em que os alunos ampliam sua permanência no colégio ajudou a definir o termo “Ensino Ampliado”.

O ensino integral é uma tendência de ensino contemporâneo, estimulado pelas alterações da vida familiar urbana dos tempos atuais. Este formato de ensino tem sido uma solução encontrada pelos pais para administrar o tempo familiar bem como oferecer aos filhos mais qualidade em educação. Uma vez na escola, compreendida como ambiente conhecido e seguro o aluno poderá adquirir mais conhecimento e desenvolver os seus potenciais artísticos, sociais, esportivos, afetivos, entre outros.

Apesar das sinalizações a respeito do ensino integral se mostrarem otimistas, há muito que cuidar e planejar. A atenção da instituição para um ensino integral de qualidade se materializa no planejamento acadêmico e no cuidado com os espaços analisados dentro de um contexto real com necessidades reais. Jaqueline Moll contribui com estas observações:

“A ampliação do tempo da criança na escola é uma exigência contemporânea. A educação integral em tempo integral é uma tendência irreversível da sociedade brasileira. Muitas vezes, a família estendida é a comunidade escolar. No entanto, o tempo integral sem a dimensão de educação integral é falha. Não podemos ampliar o tempo fazendo o mesmo que fazíamos antes”. (Jaqueline Moll – MEC. Palestra para o GT de Educação Integral da Umbrasil, abril/2013).

Orientados pela experiência adquirida e pelas palavras de Jaqueline Moll, as propostas do ensino ampliado evoluíram para uma criatividade e liberdade de ação pedagógica. Sem o compromisso de cumprir os conteúdos obrigatórios do ensino regular, os projetos para o ampliado se mostram abrangentes e voltados a interesses reais em que os alunos surgem como protagonistas da ação educadora. Temos como exemplos de projetos em nossa rede de ensino ampliado: TTEP – tempo de trabalho estudo e pesquisa, Projeto escolha, Projeto Leitura de Mundo, Ênfase na Língua Inglesa, Hora do Conto.

Os colégios da rede Marista estão situados em cidades distantes que apresentam uma grande diferença regional, cultural, social e climática. Apesar dessas diversidades a concepção e a atual formatação do ensino ampliado são similares em todas as unidades. Como o ensino ampliado é oferecido no contra turno do ensino regular, nem todos os alunos do ano/série são alunos do ampliado. O ensino ampliado é ofertado como uma opção aos pais que anseiam por qualidade e segurança para seus filhos.

A organização das grades horárias de cada ampliado é realizada em função de 3 realidades: dos segmentos atendidos, dos objetivos a serem atingidos de acordo com os projetos locais de ampliado e das ofertas de atividades complementares que a unidade possui. Hora do sono, psicomotricidade, esportes, atividades cênicas, musicalização, horticultura, culinária, roda de conversa, são alguns exemplos de atividades organizadas nas agendas semanais dos alunos.

Todos os colégios da rede possuem o Núcleo de Atividades Complementares (NAC) que concentra a organização e gestão das atividades de caráter extracurricular. São modalidades dos NAC’s: as propostas esportivas, artísticas e de línguas estrangeiras. Tais modalidades são ofertadas dentro da grade horária ampliada. Alguns segmentos como o infantil e o EF2 podem usufruir de até duas modalidades, já os alunos do EF2 e EM geralmente escolhem uma modalidade.

Os segmentos escolares atendidos possuem necessidades naturais que devem ser observadas e atendidas nas propostas ampliadas. Por exemplo, os alunos da educação infantil têm a hora do sono, enquanto os segmentos do Fundamental II e Ensino Médio devem ter um tempo livre para o estudo e para as tarefas de casa. Algumas unidades da rede também oferecem o ampliado com ênfase na língua inglesa.

Dados das unidades que possuem o ensino ampliado:

tabela

FONTE: Rede de Colégios do Grupo Marista, Março/2014.

 

De forma ampla, há um investimento para o fortalecimento das relações entre a escola e a família. Com isto, busca-se estabelecer uma relação de confiança e transparência, investindo nas estratégias de criação e aproximação de vínculo com as famílias. Assim a criança e seus familiares se sentirão mais seguros e acolhidos. Um momento especial para as famílias, por exemplo, é o horário do almoço, quando os pais têm a oportunidade de almoçar com seus filhos, no refeitório da escola, compartilhando não somente a refeição, como também a companhia das demais crianças.

 

Cada unidade está comprometida com o planejamento do ensino ampliado. A diretoria escolar, composta pelo diretor geral, diretor educacional e Gerente Administrativo, preocupa-se em gerir o processo enquanto as equipes pedagógicas planejam o ano letivo e os projetos de ampliado. As unidades têm a liberdade de criar e propor projetos de ensino ampliado. A equipe responsável pela gestão da Rede de Colégios (DERC) acompanha as ações pedagógicas e administrativas de cada unidade na perspectiva de contribuir com da oferta de uma educação integral em tempo integral de qualidade.

 

O grande desafio para o ensino ampliado na rede é a falta de espaço físico. A progressão escolar dos alunos leva à necessidade de ofertar o modelo ampliado para os anos seguintes. Porém, o fator impeditivo é a falta de espaço. As unidades que hoje dispõe de instalações para o ampliado são aquelas que tinham espaço e investiu-se em obras civis no próprio colégio. Devido a esta realidade, algumas propostas de ampliado por utilizarem espaços e salas de aula do ensino regular, optaram por ofertar ampliado nas séries iniciais (infantil 1 a 5) e nas primeiras séries do ensino fundamental 1.

 

Os projetos politico-pedagógico-pastorais dos Centros Educacionais e Colégios Maristas que atendem o ensino ampliado se balizam na concepção Marista de Educação, em estudos de pesquisadores e instituições de pesquisa, e nas produções acadêmicas com participação de educadores e gestores Maristas presentes no cotidiano e imerso nos contextos dos espaços educativos – Centros Educacionais e Colégios Maristas: Projeto Educativo para o Brasil Marista, Projeto para a Educação Infantil e Ensino Fundamental – currículo em movimento e Projeto Marista para o Ofício de Aluno, Proposta Socioeducativa Marista, referenciais teórico-metodológicos e os Parâmetros educacionais da Rede Marista de Solidariedade.

sex hikayeleri, mobil porno, seks hikayeleri, seks hikayesi, sex hikayesi, mobil porno izle Mobil porno hikayeleri okumak iin şu sitemizi mobil porno ziyaret edin.